Os Gêmeos

7 de março de 2009

Mas... Foi só um verão!

Sem muitas palavras, quero aqui mostrar o que penso sobre verão.

O doce amargo Verão

Verão é momento.
Verão é passageiro.
Verão é ilusão.
É engano. É falso.
Cria a pior das armadilhas:
Te ensina a fingir que tudo é uma maravilha.
Verão não é consistente.
Já ouviu falar em chuva de verão?
Ela dura... já foi!
Verão é passado
Verão...
Nem precisava dizer...
Já se foi!

Não vejo a outra estação do ano passar tão rápida quanto o verão. É tumultuado. Cheio de festas e festividades; e se não tem motivo, "qual o problema?" Agente cria. É essa a filosofia do verão, e como os versos acima dizem: tudo passageiro!
Nunca fui chegado ao verão, embora eu também compartilhe dos momentos de alegria. Nos últimos anos verão foi sinônimo de sofrimento.
Enfim, acho que ficou claro que é um períoro do ano que acho inútil. Talvez útil para aqueles que gostam de se verem enganados. De se esconderem da vida real que existe a partir de março. Ah doce março, te aguardava desde dezembro.

É, não se trata de nenhum tributo, mas eu confesso que este verão foi diferente. Mais animado. Agitado. Empolgante. Até espero pelo próximo...

Mas... Foi só um verão!

Um comentário:

  1. Eu que o diga! Finalmente ele se foi...
    E quer saber? Comigo as estações ficaram malucas, pulei outono e inverno e estou vivendo agora uma primavera plena!

    ResponderExcluir

"Somos o que há de melhor! Somos o que dá pra fazer...
O que não dá pra evitar, e não se pode escolher..."